Data de publicação: 14-04-2009 00:00:00

Projeto de lei gera polêmica e é retirado de pauta

Rose Vieira

Foto: Robson Rodrigues Moreira

O setor de saúde de Contagem está novamente em crise. Na última terça-feira, 14 de abril, os servidores foram pedir o apoio dos vereadores para que os salários e as condições de trabalho sejam melhorados.

A auxiliar de enfermagem e diretora do SindSaúde, Rose Vieira, disse que os servidores da saúde são sobreviventes do sistema e perguntou aos vereadores quais deles utilizam o serviço público de saúde. Pela reação, nenhum deles.

“Não podemos tratar a saúde como uma plantinha. Nos hospitais, falta até fio cirúrgico para suturar os pacientes e, por isso, somos vítimas da falta de saúde tanto quanto os pacientes. Precisamos falar para toda a população sobre as péssimas condições dos serviços de saúde de Contagem”, disse Rose Vieira.

A diretora do SindSaúde também disse que os servidores da saúde são pressionados a todo o momento, são assediados moralmente, muitos deles estão depressivos e estão em tratamento psiquiátrico.

“Como podemos falar de humanização para trinta pacientes que precisamos cuidar diariamente? Muitos servidores já pediram exoneração porque não suportaram a pressão e a falta de condições de trabalho”, completa Rose Vieira.

 

Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br