Data de publicação: 06-02-2019 16:27:00 - Última alteração: 11-02-2019 11:58:08

Número de mortos em Brumadinho chega a 150; 182 estão desaparecidos

Contabilidade Eldorado
Foto: CBMMG/Divulgação
 
Agência Brasil
 
O número de mortos após o rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Vale, em Brumadinho, subiu para 150, conforme balanço divulgado nesta quarta-feira (6) pela Defesa Civil do Estado. Desse total, 134 vítimas foram identificadas e 16 permanecem sem identificação até o momento.
 
Ainda de acordo com a atualização, 182 pessoas continuam desaparecidas, sendo 55 funcionários da mineradora e 127 terceirizados e membros da comunidade.
 
A tragédia deixou, ao todo, 103 desabrigados. Três pessoas ainda estão hospitalizadas.
 
Coleta de DNA
 
A Polícia Civil de Minas Gerais informou que na próxima quinta-feira (7) equipes do Instituto Médico Legal (IML) vão recolher amostras de DNA e exames odontológicos de vítimas do rompimento da barragem. A coleta será feita na Estação Conhecimento, das 9h às 17h.
 
De acordo com a corporação, dos 134 corpos identificados, 124 já foram liberados e entregues às famílias. A polícia informou ter realizado, até o momento, 522 coletas de amostras para exames de DNA.
 
Boatos
 
Em entrevista coletiva, o porta-voz do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara, classificou de “boato falacioso” a informação de que a operação no município mineiro estaria perto de ser encerrada. Segundo Aihara, os trabalhos demandam muito tempo, e ainda não há prazo estabelecido para que sejam encerrados.
 
A maior parte dos corpos resgatados pela corporação nas últimas 24 horas, de acordo com o tenente, foi encontrada no estacionamento, na estação de tratamento químico e nos arredores do vestiário da Vale. Aihara destacou que, neste momento, é necessário fazer uma escavação bastante profunda, utilizando maquinário pesado, para ter acesso às vítimas.
 
Chuva
 
O porta-voz do Corpo de Bombeiros destacou também que há previsão de chuva em Brumadinho nos próximos sete a dez dias, o que pode dificultar os trabalhos na região onde a barragem se rompeu. Aihara disse que a precipitação demanda modificações nas áreas de busca por conta da movimentação e da nova acomodação dos rejeitos.
 
Ele informou ainda que uma reunião com o comando-geral da corporação deve definir os rumos da operação nos próximos dias. As buscas no rio Paraopeba serão mantidas.
 
Matérias relacionadas
Polícia Militar prende seis pessoas em Brumadinho
Tragédia em Brumadinho ainda tem 199 desaparecidos
Vídeo mostra onda de lama após rompimento de barragem em Brumadinho
Agentes fazem cerimônia em homenagem às vítimas da barragem da Vale
Amostras de 108 famílias são coletadas para exames de DNA
Missa de sétimo dia será celebrada pelas vítimas de Brumadinho
Chega a 99 número de mortos em Brumadinho
Defesa Civil divulga lista de locais seguros em caso de evacuação
Funcionários da Vale Brumadinho não batiam cartão de ponto
Sobe para 60 número de mortos em tragédia de Brumadinho
Mais de 100 pessoas são resgatadas com vida em Brumadinho
Associação de Municípios Mineradores ressalta importância de punir responsáveis
Municípios vizinhos a Brumadinho divulgam alertas à população
Rejeito atingiu rio Paraopeba, diz Corpo de Bombeiros
Prefeitura de Contagem envia ajuda a Brumadinho
Barragem da Vale se rompe em Brumadinho
Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br