Data de publicação: 05-04-2019 21:37:00 - Última alteração: 05-04-2019 21:47:22

Anemia Falciforme é tema de seminário na Nova Faculdade

Panda Produtos Importados
Palestra de Maria Zenó Soares da Silva
 
Foto: Divulgação PMC

Realizado na última quinta-feira (4), no auditório da Nova Faculdade, o seminário foi destinado aos profissionais da saúde de várias áreas de atuação, que atendem portadores de anemia falciforme no SUS/Contagem.

A doença

Anemia falciforme é um distúrbio hereditário que faz os glóbulos vermelhos assumirem o formato de foice. Com isso, as células morrem prematuramente, causando uma escassez de glóbulos vermelhos saudáveis. A anemia atinge majoritariamente a população afrodescendente (95%).
 
A doença pode obstruir o fluxo sanguíneo, causar infecções, crises de dor e fadiga. Os tratamentos incluem medicamentos, transfusões de sangue e, raramente, transplante de medula óssea.
 
Segundo a Dreminas, Contagem tem 254 pessoas com Doença Falciforme. A maioria (54%) é do sexo feminino, e há predominância na faixa etária de 11 a 24 anos. As regionais com maior incidência da doença são Ressaca, Eldorado e Industrial.

Objetivos
 
O seminário teve o objetivo de aperfeiçoar e melhorar o atendimento responsável por acolher adequadamente os usuários acometidos pela doença Falciforme.

 “É uma forma de sensibilizar o profissional para o enfrentamento e combate às situações de racismo vivenciadas pelas pessoas com doença falciforme”, afirmou Janaina Neres, pedagoga do Nupad e especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional.

Seminário

A cientista política Maria Zenó Soares da Silva falou sobre a importância do Controle Social no Enfrentamento e Combate ao Racismo.

A enfermeira Ana Maria Viegas falou sobre a Rede de Atenção às pessoas com Doença Falciforme em Contagem.

A ex-secretária estadual de Educação, Macaé Maria Evaristo, falou sobre “Racismo Institucional: Desafios para a Equidade na Saúde da População Negra”.

A médica Patrícia Santos Resende Cardoso, hematologista na Fundação Hemominas e no Hospital das Clínicas, falou especificamente sobre a Doença Falciforme.

Para finalizar, a mestra em Enfermagem pela UFMG, Katy Karoline Santos Diniz falou sobre “A importância da Equipe Multiprofissional na Atenção Integral à Pessoa com Doença Falciforme”.

O seminário foi promovido pelo Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico (Nupad) da Faculdade de Medicina da UFMG, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde e da Associação de Pessoas com Doença Falciforme e Talassemia de Minas Gerais (Dreminas).
Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br