Data de publicação: 25-03-2020 13:22:00 - Última alteração: 25-03-2020 16:12:36

Governador de Minas afirma que Estado manterá medidas recomendadas pela OMS

Centro de Integração Empresa Escola de Minas Gerais -  CIEE
Foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG
 
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), participou de uma reunião por videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ministros e os demais governadores da região Sudeste na manhã desta quarta-feira (25). Em um vídeo postado em sua conta pessoal no Twitter, Zema comentou alguns pontos abordados.
 
Segundo ele, como não poderia ser diferente, a pandemia do novo coronavírus foi o tema da reunião. Zema assegurou que o Estado está adotando as melhores práticas, “aquelas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde [OMS] e já adotadas em países desenvolvidos”.
 
Entre essas medidas está a recomendação para que a população permaneça em casa, em distanciamento social, a fim de evitar o avanço dos casos de contaminação. Em um pronunciamento feito em rede nacional na noite da última terça-feira (24), Bolsonaro minimizou a gravidade da situação, alegando que não há necessidade, por exemplo, de suspensão das aulas, já que a Covid-19 não é fatal para as crianças. O presidente defendeu a retomada da normalidade das atividades, priorizando a recuperação econômica do país.
 
“Queremos, em primeiro lugar, a preservação da vida, mas compartilho da preocupação do presidente Bolsonaro com a questão econômica e, muito provavelmente, o Ministério da Economia deverá propor algumas medidas visando preservar os empregados e também os empregadores. Inclusive, eu mencionei isso com o ministro [da Economia] Paulo Guedes. É importantíssimo nós termos algumas medidas nesse sentido com certa urgência”, disse Zema.
 
Conforme informado pelo governador mineiro, Minas é um Estado que está sendo fortemente impactado pela pandemia. Ele afirma que, caso a situação se estenda, haverá uma queda na arrecadação do ICMS da ordem de R$ 7,5 bilhões. “Isso seria catastrófico. Corresponde a duas folhas de pagamentos que o Estado arca mensalmente”, ressaltou.
 
Por fim, Zema avaliou a reunião como “bastante produtiva”. “Eu tenho certeza de que Minas e o Brasil estão tomando as medidas certas para que nós venhamos a superar esse que talvez seja o momento mais difícil das últimas décadas”, concluiu.

 
Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br