Data de publicação: 16-04-2020 12:43:00 - Última alteração: 16-04-2020 12:43:42

Autor de vídeo na CeasaMinas pode ser responsabilizado por criar alarme falso

Zezinho Salão de Beleza & Estética
Foto: Divulgação
 
O autor do vídeo que mostrava uma suposta escassez de mercadorias no entreposto de Contagem das Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMinas) poderá ser responsabilizado por provocar alarme falso na população, o que é considerado uma infração penal pela legislação brasileira.
 
O homem foi ouvido pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) na última quarta-feira (15) e afirmou que foi o único responsável por fazer e publicar as imagens nas redes sociais.
 
Segundo a corporação, ele afirmou que, mesmo sendo um consumidor frequente da CeasaMinas, achou que havia poucas mercadorias no local na data em que fez a filmagem – 31 de março último –, e atribuiu o cenário às medidas de restrição de circulação de pessoas, adotadas em função da pandemia do novo coronavírus.
 
A PCMG informou ainda que o autor do vídeo alegou que não teve a intenção de criar alarde nem tumulto. As imagens chegaram a ser compartilhadas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e depois foram apagadas.
Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br