Data de publicação: 24-11-2021 13:07:00 - Última alteração: 24-11-2021 16:31:31

Audiência pública do Rodoanel é cancelada pelo Estado por falta de microfones

Shopping Contagem
Foto: Robson Rodrigues

Galeria de fotos
 

A 7ª Audiência Pública que faz parte do rito de aprovação do projeto do Rodoanel Metropolitano, realizada na terça-feira (23), foi cancelada pela  Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade – Seinfra por falta de microfone, fundamental para os participantes se fazerem ouvidos.

A audiência ocorreu no auditório do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais – DER-MG, em Belo Horizonte. O prefeito de Betim, Vittorio Medioli, começou a fazer a explanação, mas os problemas técnicos impediram que concluísse.

Medioli reclamou da falta de respeito do Estado que não se preocupou em ouvir os prefeitos das cidades de Betim, Contagem, Sarzedo, Ibirité, Brumadinho, Sabará, Santa Luzia e outras que serão afetadas pela construção do corredor viário. 

“Com certeza vamos procurar o Ministério Público para denunciar este traçado  do Rodoanel proposto pelo Governo do Estado e também as condições que estão sendo realizadas as audiências, em que a participação dos prefeitos e a participação popular é considerado mera formalidade'', disse o prefeito.

Já a prefeita de Contagem, Marília Campos (PT), nem chegou a se apresentar para o público presente e não conseguiu falar sobre o traçado da alça Sudoeste do Rodoanel que o projeto prevê passar pela cidade. Ambos os prefeitos saíram insatisfeitos e acharam um absurdo o DER-MG e o Seinfra não terem providenciado a estrutura mínima para a realização do evento.

“O governo estadual não valoriza a participação popular. Em Contagem, a audiência pública feita pelo Estado  também foi cancelada por causa de problemas técnicos na transmissão. Aqui, aconteceu a mesma coisa. O microfone não funcionou com o prefeito Medioli e nem tive o direito de falar e apresentar as nossas considerações”, disse a prefeita de Contagem, Marília Campos.


A integrante do Movimento SOS Vargem das Flores, Cristina Oliveira, falou novamente da preocupação com o traçado imposto pelo governo estadual. Ela também criticou a falta de interesse do Estado em promover a participação popular. 

“Acompanhamos este projeto há mais de 20 anos. Queremos, no mínimo, que o traçado do Rodoanel seja retirado da bacia de Vargem das Flores. O processo não teve consulta pública, não houve o contraditório. Mas vamos continuar defendendo a represa e a bacia de Vargem das Flores”, afirmou. 

Segundo a Polícia Militar, cerca de 150 pessoas ficaram do lado de fora do edifício  manifestando. Isso porque no auditório do DER só haviam 160 lugares que foram todos ocupados. Com isso o distanciamento social no local ficou comprometido.

A audiência pública cancelada foi remarcada para a próxima sexta-feira (26/11), das 13h às 17h , no auditório Juscelino Kubitschek, na Cidade Administrativa. 

Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br