Data de publicação: 10-03-2011 00:00:00

Pesquisa revela características do artesão e artesanato brasileiro

Contabilidade Eldorado

                                                        Foto:olhares.com

O número de exportações voltou a crescer entre os artesãos brasileiros atingindo a marca de18%. A proporção, que em 2009 era de um em cada dez, passou para quase dois em cada dez.

Países da Europa e Ásia apresentaram crescimento de importações de produtos brasileiros em relação ao mesmo período de 2009.
 
Quanto ao perfil dos artesãos, pode-se perceber a mesma tendência dos anos anteriores, em que foi apurada a predominância da mão de obra feminina. Em 2010, as mulheres representaram 70% dos expositores da feira.

Já no quesito escolaridade, houve um aumento entre os artesãos que disseram ter concluído o ensino médio, saindo de 41% em 2009 para 45% no ano passado. Apenas 8% dos artesãos disseram ter estudado até a 4ª série do ensino fundamental.

A pesquisa aponta também um crescimento para a produção de roupas com 30,9% das peças feitas pelos artesãos. Em 2º lugar está o segmento de artigos utilitários que ocupa 27% e em 3º lugar artigos de decoração com 24,1%. As matérias-primas mais utilizadas foram materiais têxteis, de acabamento, metais e madeiras.

Assim como em anos anteriores o faturamento dos artesãos associados à Central Mãos de Minas é superior aos associados a outras instituições. Em 2010, a média de faturamento do artesão associado à Central foi de R$ 12,3 mil contra R$ 7,8 mil de outras entidades.

Fonte: Centro CAPE/Mãos de Minas

Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br