Data de publicação: 22-10-2007 00:00:00

Crianças diabéticas têm um dia festa.

Contabilidade Eldorado

Fotos: Robson Rodrigues Moreira

Galeria de fotos


Em comemoração ao Dia das Crianças, o GAD - Grupo de Amiguinhos Diabéticos realizou no dia 20.10, no Parque Ecológico do Eldorado, Thiago Rodrigues Ricardo, o 2° Encontro de Diabéticos de Contagem.

O objetivo do encontro foi informar aos diabéticos, principalmente as crianças dos riscos da doença, além de outras formas de tratamento. As doutoras Isabela Mancini, Eunice Mariano, Sabrina Campos e Isabela Prado, nutricionistas e fisioterapeutas, juntamente com o senhor Orleans, forneceram orientações sobre a bomba de insulina e sobre o sistema de monitorização continuo de glicose.

Além das palestras, a Cia. Teatral Trupe Independente, a Cia. do Ateliê, o Projeto Colméia e o Projeto Alcançando Vidas para Jesus, fizeram várias apresentações artísticas para alegrar principalmente as crianças que compareceram na grande festa que celebrou a saúde.

Lúcia Cordeiro e Michelle Kátia do Projeto Alcançando Vidas para Jesus comentaram sobre várias passagens da Bíblia para as crianças e frisou sobre a importância de pedir perdão a Deus. A apresentação cristã foi feita com fantoches e em tom de brincadeiras para chamar mais a atenção das crianças.

Luciana Schinaider Silva organizadora do evento agradeceu o apoio dos patrocinadores, Vilma Alimentos e ao Mundo Diet que forneceram os lanches e o apoio do PROASC. O Encontro contou com a participação de 145 pessoas entre crianças e adultos.

Como surgiu o GAD - Grupo de Amiguinhos Diabéticos.


Luciana Schinaider Silva é tia de uma menina diabética de 6 anos e desde que foi confirmada a doença, a cerca de 4 anos e  meio atrás, toda a família teve sua vida modificada.

“Foram muitas as perguntas, dúvidas e tristezas. No primeiro momento o que se quer é que tudo seja apenas um sonho, porque ao contrário do que parece não é uma doença tão simples assim.  A doença não proíbe a pessoa apenas de comer doces. É uma  doença silenciosa e penso que as crianças deveriam ser poupadas”.

“A doença requer cuidados específicos e pode acarretar danos irreparáveis. Expor uma criança há esse dia-a-dia traumático de injeções, várias medições ao dia, comer quando precisa, nem sempre quando se tem fome e não poder comer quando se deseja, é lamentável pra toda família”.

“A partir daí, tivemos  um imenso desejo de conhecer outras famílias  que compartilhassem da mesma situação nossa e fazer com que elas tivessem contato com outras crianças na mesma condição para que não se sentisse tão só”.

“Então coloquei um anuncio nos jornais propondo contato com essas famílias. Fiquei muito feliz porque tive um bom retorno. Conheci várias pessoas, travamos laços de amizades e essas crianças tiveram a chance de se conhecerem  e se tornarem amigas. Cultivando essas amizades resolvemos criar o Grupo GAD sem outro objetivo que não seja a verdadeira amizade, a troca constante de experiências, o apoio mútuo e para que as crianças cresçam sempre fortalecendo esses laços dando força uma pra outra”.

“Enfim, estamos trilhando pela mesma estrada, então, vamos de braços dados para o fardo fique mais leve”, explica Luciana Schinaider Silva.

O GAD - Grupo de Amiguinhos Diabéticos se coloca à disposição para maiores esclarecimentos através deste e-mail: gad.contagem@gmail.com ou pelos telefones: 3391-75-47 /9279-46-36 Luciana ou 3363-35-98 Willian.

 

Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br