Data de publicação: 03-05-2007 00:00:00

Pais de alunos querem outra solução.

Panda Produtos Importados

Galeria de Fotos

Dezenas de pais de alunos, vereadores da comissão de educação e o Secretário Lindomar Diamantino se reuniram na presidência na Câmara Municipal de Contagem para discutir o remanejamento de alunos para outras escolas.

Os pais não concordam com os critérios das transferências e sugerem que os alunos novatos sejam encaminhados para as novas escolas ou para as escolas que tiverem vagas. A polêmica envolve as escolas municipais do centro de Contagem, Leonardo Sadra e Sabino Barroso que atendem as crianças da sede e de bairros ao redor.

Agnaldo da Silva Amaral disse que compreende que a repetência e o aumento da demanda têm agravado a situação, mas protesta. “Meus filhos sempre estudaram na mesma escola e a transferência vai afetar as relações de amizades entre os estudantes. O certo seria transferir os alunos novatos para onde tiver vagas. Não concordo que alunos transferidos da rede particular ocupem a vaga que sempre foi dos meus filhos”, disse o pai de aluno.

O Secretário de Educação Lindomar Diamantino disse que sempre esteve pronto para ouvir a população e faz um balanço da sua gestão.

"O ser humano sem informação faz mal juízo. Temos várias escolas lotadas e estamos trabalhando para resolver o problema. Várias reformas foram feitas e construímos mais 23 novas salas de aula para atender a demanda. As escolas do centro de Contagem estão lotadas e os pais de classe média estão retirando seus filhos das escolas particulares e transferindo para o ensino público. Temos que atender a esses pedidos de vagas também”, explica.

Lindomar disse que vai construir novas escolas no distrito sede e garantiu escolas para todos, mas confessou que o processo de construção de mais unidades é demorado, motivo do remanejamento dos alunos para outras escolas. “As estruturas da escola para onde os alunos serão transferidos é de ótima qualidade e é segura. O transporte escolar público é de qualidade e todos os ônibus têm monitores. Não registramos nenhum acidente até o presente momento”, esclarece o secretário.

“Problemas acontecem, escolas caíram e estão sendo reconstruídas, mas não é de um dia para outro. Estamos trabalhando muito e no próximo ano todos os alunos receberão os kits escolares e o transporte escolar continuará a ser de qualidade. Estamos tentando acabar como terceiro turno das escolas municipais porque é prejudicial aos alunos. São crianças e não podem estudar a noite. A educação recebe 25% da arrecadação para ser investido nas escolas, mas é necessário planejamento. Estamos nos esforçando para atender a todos com qualidade. Podemos fazer mais, mas é preciso tempo”, finaliza o secretário Lindomar Diamantino.

Parecer técnico.

Marilda de Cássia Gomes Alonso Araújo, Gerente de Funcionamento Escolar – Núcleo Sede e Petrolândia tentou explicar para os pais que um recadastramento está sendo feito com o objetivo de estudar cada caso e definir qual aluno seria transferido. Mas uma mãe de aluno se sentiu mal e a reunião foi interrompida. Mesmo assim a gerente disse que continuará estudando a melhor forma de atender a demanda levando em consideração as reivindicações dos pais.

Escola recém construida.

A escola que receberá os alunos transferidos é a Geraldo Basílio no bairro Colonial. Conforme informações dos pais, a escola é linda e bem estruturada, mas está perto de um matagal e todos se preocupam com a segurança dos seus filhos. Além do mais, os pais não querem abrir mão do direito de levar e buscar seus filhos na escola. Todos os pais que participaram da reunião moram na sede ou em bairros ao redor, perto das escolas. Alguns pais sugerem a transferência dos alunos que moram em bairro mais distantes para escolas próximas as suas casas.

 

Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br