Data de publicação: 10-07-2014 00:00:00

Chorar que nada, vamos votar para melhorar

O Boticário - Contagem

Foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Chorar de raiva ou de vergonha por causa do fracasso da Seleção Brasileira não vai adiantar muita coisa. Veja bem: Homem chorando é horroroso e mulher estraga a maquiagem. Então, chorar pra quê?

Incrível como o futebol consegue mobilizar quase 200 milhões de brasileiros. Até quem não gosta de futebol torce, se emociona, sofre e hoje chora as magoas, como diria minha avó.

Se nós brasileiros mobilizássemos por causas mais nobres que o futebol talvez fossemos um povo mais culto e mais consciente da responsabilidade que temos.

As recentes manifestações convocadas pelas redes sociais até parecia que o povo iria retomar o controle do poder. Mas, hoje parece que as manifestações eram apenas um fogo de palha, como diria minha mãe. O povo não tem noção do poder que tem nas mãos, não mesmo. Os eleitores votam, mas não se lembram em quem votou e não fiscaliza o político que ajudou a eleger.

Nós brasileiros não nos mobilizamos pelas boas causas e continuamos a votar em políticos corruptos que tiram vantagens dos votos jogados no lixo pelos eleitores desinteressados. As pessoas vendem ou trocam seus votos por promessas de empregos ou por uma ajuda qualquer, se eleito for o candidato. Incrível como acreditam e se vendem fácil.

A Seleção Brasileira perdeu o “Hexa”, mas nós brasileiros não podemos perder a oportunidade de melhorar no futebol e na vida. Precisamos saber que tudo na vida passa pela política. Mas, não se engane, quem não gosta de política é governado por aqueles que gostam. Na maioria, muito mal governados.

Voto consciente

O Brasil precisa fazer várias reformas constitucionais, mas a reforma política é a principal e a mais urgente. Sem boas regras na política fica impossível realizar as reformas tributária, previdenciária, administrativa, trabalhista e judiciária.

Mas sem bons políticos nas Assembleias Legislativas, Congresso Nacional e no Senado é impossível promover a ordem no Governo Federal. Somente com o voto consciente conseguiremos acabar com os desmandos e com a impunidade.

Sem as reformas continuaremos pagando altos impostos sem receber os serviços públicos que merecemos e temos direito. Não podemos continuar facilitando a vida de políticos aproveitadores que se elegem para cuidarem de seus interesses e nunca dos interesses da coletividade.

Votar na pessoa certa é dever de todos e sinal de sabedoria. Votar em políticos de carreira, os mesmos que estão no poder atualmente, significa acreditar que foi um acidente a queda do viaduto da Avenida Pedro I. É fato que negligências causam catástrofes, não acidentes.

Por isso acredite: É melhor perder pra Alemanha de 7 a 1 do que perder pra a Argentina na final da Copa do Mundo, no Maracanã.

É melhor acordarmos para questões mais importantes que o futebol. Pois, precisamos identificar quais são os políticos financiados pela construtora Cowan, empresa que ganhou a licitação e repassou a obra do viaduto da Avenida Pedro I para outra empresa responsável executar.

Saibam que o PSDB, PMDB e PCdoB são alguns dos partidos que recebem doações da construtora Cowan. O PSB, partido do prefeito de BH e de Eduardo Campos, é aliado do PSDB de Aécio Neves. Está tudo arquitetado para que os mesmo políticos de sempre continuem no poder.

E o pior está por vir. As famílias prejudicadas com o desabamento do viaduto vão entrar na justiça e vão exigir indenizações. Sabe quem vai pagar essas indenizações? Tá na cara! Nós contribuintes, pagadores de impostos, cidadãos que não sabem o poder que tem e desperdiça seu voto.

Infelizmente a maioria dos brasileiros não sabe o que realmente é bom nessa vida. O povo desinformado e com pouca educação aceita passivo tudo que é oferecido pelas metades. Isso mudará somente com seu voto consciente.

Robson Rodrigues
Jornalista - editor

Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br