Data de publicação: 03-12-2014 00:00:00

Respeito, vamos falar a respeito?

Nova Faculdade
Os cavalos ficam amarrados dia e noite, faça chuva, sol ou frio, tratados como porcos na Av. Firmo de Matos

Fotos: Robson Rodrigues

Galeria de fotos

Respeitar é o caminho para ser respeitado e o respeito é essencial para a boa convivência humana. O respeito é considerado por muitos autores como um dos valores morais fundamentais juntamente com a moral, ética, caráter e honestidade.

Quem não tem respeito não tem moral, é antiético, não tem caráter, é desonesto a ponto de não reconhecer a experiência de vida de uma pessoa. O desrespeitoso não tem caráter, desvaloriza a trajetória de uma entidade séria e é desonesto ao se comprometer em cuidar bem do local onde vive, mas não cumpre o papel de cidadão.

Respeito é um sentimento positivo onde a consideração e o reconhecimento faz de uma pessoa um cidadão de respeito.

A falta de respeito

Mas infelizmente a falta de respeito por tudo e por todos impera em todo o mundo. Há séculos judeus e palestinos vivem em conflito matando uns aos outros. A falta de respeito pela vida humana na “Terra Santa” deixa o mundo inteiro perplexo.

No Brasil, o desrespeito está por todas as partes. Ninguém respeita ninguém. O governo federal não respeita as Leis e o mau exemplo vem da própria presidenta que mente para reeleger e agora tenta mudar as Leis comprando os votos dos deputados federais com as famosas emendas parlamentares, dinheiro público, dinheiro nosso. 

Vergonha! Os deputados têm um preço e o pior, vão se vender. Eles se elegem comprando votos e vendem votos em pleno mandato.

De cima para baixo

Se as Leis não são respeitadas pela presidenta, imagina o que fazem os milhares de prefeitos por todos Brasil. Superfaturam obras, usam a máquina pública em benefício de seus grupos políticos, contratam cabos eleitorais criando os famosos cabides de empregos, participam de negociatas onde o caixa 2 é considerado normal. O mau exemplo vem do Palácio do Planalto e segue até as prefeituras.

Direitos previstos na Constituição Brasileira

Enquanto isso o povo continua sofrendo nas filas das unidades de saúde de todo Brasil. A falta de respeito à Constituição Brasileira é geral. 

Os idosos estão sendo desrespeitados até na hora da morte. Muitos vovôs e vovós são maus tratados pelo Estado e pela própria família. Com baixas aposentadorias e péssima assistência médica, os idosos são desrespeitados dentro e fora de casa.

Trabalharam a vida inteira, ajudam a construir um país e não recebem o mínimo de consideração merecida.

Já os portadores de necessidades especiais passam pelo mesmo descaso, também são desrespeitados dia após dia. Faltam transportes adequados, não tem pensões dignas, não tem acesso uma boa assistência médica, não tem acompanhamento educacional especial nas escolas e não podem transitar nos passeios públicos esburacados. 

Se as pessoas são desrespeitadas, imaginas os bichos? Cães abandonados nas ruas, sofrendo juntamente com os cavalos escravizados tratados como porcos. Esse é o retrato falado de várias cidades brasileiras, inclusive Contagem.

Respeito vem de berço ou da escola?

Enquanto o respeito não fizer parte da índole das pessoas, a sociedade continuará egoísta e sem caráter. 

Quem sabe se as escolas públicas voltassem a adotar às disciplinas Organização Social e Política do Brasil – OSPB, matéria do ensino básico no Brasil, entre os anos de 1962 e 1993, ou a Educação Moral e Cívica instituídas na época do Regime Militar (1964-1985), o respeito prevaleça com o resgate dos valores fundamentais.

Educação é fundamental e sempre é bem vinda, mas as Leis devem ser cumpridas. Principalmente as Leis capazes de punir os políticos que apropriam de dinheiro público e mentem para o povo. É inútil comemorar o Dia Internacional Contra a Corrupção no dia 9 de dezembro e continuar desrespeitando o cidadão o ano inteiro.

Robson Rodrigues
Editor
Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br