Data de publicação: 13-03-2019 15:02:00

Brasil reúne histórico recente de tragédias em escolas

Foto: Google Street View/Reprodução
 
Agência Brasil
 
Tragédias envolvendo tiroteios e ataques em escolas são contabilizadas na história recente do país. O episódio registrado nesta quarta-feira (13) na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, junta-se a outros. Conforme matérias publicadas pela Agência Brasil , o caso mais recente ocorreu no Colégio Goyases, em Goiânia (GO), quando um adolescente de 14 anos assediado por bullying matou dois colegas de 13 anos e feriu outros com a arma da mãe, uma policial civil.
 
Na apuração das razões do crime, o autor dos disparos disse à polícia que se inspirou no atentado ocorrido em 1999 na escola de Columbine (Estados Unidos), com 15 mortos e 24 feridos, e no massacre ocorrido em Realengo, no subúrbio carioca, em 2011 – quando um adulto (23 anos) efetuou mais de 60 disparos e matou 12 crianças na escola municipal Tasso da Silveira.
 
Os dois casos são os que registram os maiores números de vítimas. No mesmo ano do episódio em Realengo, uma criança de 10 anos em São Caetano do Sul (SP) atirou na professora (4ª série) e depois se matou. Em abril de 2012, um adolescente de 16 anos da cidade de Santa Rita (PB) atirou em três alunas quando tentava acertar outro estudante.
 
Há registro de mortes de estudantes também por arma branca, como o assassinato por facada contra um adolescente por um colega de sala em uma escola rural em Corrente (PI).

Caso de Suzano
 
A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou que dois jovens armados e encapuzados invadiram nesta quarta-feira a escola Raul Brasil e efetuaram disparos contra alunos e funcionários. O último balanço atualizado pela secretaria informou que há 10 mortos e 10 feridos, até o momento.
 
Segundo a prefeitura de Suzano, três pessoas feridas estão sendo atendidas no Pronto Socorro Municipal da cidade. Todos eles estabilizados, sem correr risco.
 
Já a Secretaria de Estado da Saúde informou que duas pessoas foram levadas ao Hospital Luzia de Pinho Melo. Uma delas morreu e a outra se encontra em estado grave.
 
De acordo com o governo paulista, nove pessoas foram encaminhadas para o Hospital Santa Maria, três para a Santa Casa, duas para o Hospital Luzia de Pinho Melo, duas para o Hospital Santana e cinco para o Hospital Santa Marcelina. Não foi informado, até o momento, quantas delas morreram ou estão feridas e o estado de saúde em que elas se encontram. Nesse total, diz o governo, há também casos de pessoas que foram socorridas por passarem mal.
Comentários

Charge


Flagrante


Boca no Trombone


Guia Comercial


Enquetes


Previsão do Tempo


Siga-nos:

Endereço: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1996, Cidade Industrial
Contagem / MG - CEP: 32210-003
Telefone: (31) 2559-3888
E-mail: redacao@diariodecontagem.com.br